Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pólo sul

pólo sul

Sab | 11.02.06

[14] Uma história japonesa de amor

polosul

Era Janeiro, chovia e fazia frio no aeroporto. Koyuki partia. O marido, Tanaka, ficava. Estavam casados há 5 anos. Ela ia para Barcelona, tentar uma nova técnica para conseguir ter filhos. Tanaka ficava em Lisboa porque o dever assim o impunha. Koyuki estava inconsolável, mas silenciosa. O marido tratou de tudo. Na véspera seleccionou a roupa e fez a mala. Na manhã da partida acordou-a, preparou-lhe o banho e o pequeno-almoço. Deu-lhe a mão quando saíram de casa, carregou a mala, encarregou-se do check-in, voltou a dar-lhe a mão, passaram a alfândega e a porta de embarque juntos, e já dentro do avião, depois de a sentar, beijou-lhe a mão, lançou-lhe um olhar terno e foi-se. À saída foi detido. Polícia: «O senhor comprou um bilhete apenas para poder despedir-se dela no avião!? Porquê!?» Tanaka: «Porque a amo.»

nortadas

  • Imagem de perfil

    polosul

    09.04.06

    Se vês o teu marido a fazer isso é porque te sentes amada :-)
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.