Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pólo sul

pólo sul

Qua | 05.07.06

[29] Caminhar

polosul

 

Quando nasci, pensei eu ligeiramente mais tarde, foi o princípio do fim da História. O Mundo nunca mais seria igual. Quer dizer, a infância pregou-me partidas que me levaram a concluir que o caminho era árduo, mas acabaria por lá chegar. Porém, a adolescência deu-me certezas inabaláveis sobre a minha infinita importância e quão seria decisivo para o curso da Humanidade. Já adulto, teimosamente, alimentei um sonho que se foi à velocidade de um fósforo.

 

Hoje nem sei o que dizer… vou vivendo, e apenas me apetece caminhar contigo, de mão dada, a cheirar-te as mãos, a ouvir os teus passos, a brincar com os teus olhos. Hoje estou calado. À tua espera.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.