Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pólo sul

pólo sul

Sab | 12.09.09

[89] Viagem ao país dos poetas

polosul

Em preparação de mais uma viagem vale a pena ler a montante e a jusante do que vamos encontrar. E valeu, pois de caminho encontrei este livro:

 

 

E qual fado português, onde se diz que há mais poetas do que leitores de poesia, lemos que:

 

"O Presidente Ortega - ou «Comandante Daniel» como era tratado em toda a parte - não queria falar mais da sua experiência da prisão. [...] Comecei a fazer-lhe perguntas sobre a sua obra, mas ele pareceu ficar um pouco embaraçado. «Na Nicarágua», disse, «todas as pessoas são consideradas poetas até darem prova em contrário» (p. 37-38)

 

E depois:

 

"Acho que nunca conheci outro povo, nem mesmo na Índia e no Paquistão, onde os poetas são venerados, que desse tanto valor à poesia como o da Nicarágua.» (p. 43)

 

E finalmente:

 

"LA REVOLUCIÓN

Se lleva en el corazón

para morir por ella,

y no en los labios

para vivir de ella...»

(p. 144)

 

Está tudo dito.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.