Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pólo sul

pólo sul

Dom | 30.08.09

[87] O nada pedir

polosul

 

 

"Ricardo Reis faz um gesto com as mãos, tacteia o ar cinzento, depois, mal distinguindo as palavras que vai traçando no papel, escreve, Aos deuses peço só que me concedam o nada lhes pedir, e tendo escrito não soube o que mais dizer, há ocasiões assim, acreditamos na importância do que dissemos ou escrevemos até um certo ponto, apenas porque não foi possível calar os sons ou apagar os traços, mas entra-nos no corpo a tentação da mudez, a fascinação da imobilidade, estar como estão os deuses, calados e quietos, assistindo apenas." (p.46-47)

 

Dom | 30.08.09

[86] Remexer no passado

polosul

 

Não sei se é saudável reler estas coisas com um calor de mais de 30 graus lá fora, mas dá sempre que pensar:

 

"O mito do eterno retorno diz-nos, pela negativa, que esta vida, que há-de desaparecer de uma vez por todas para nunca mais voltar, é semelhante a uma sombra, é desprovida de peso, que, de hoje em diante e para todo o sempre, se encontra morta e que, por muito atroz, por muito bela, por muito esplêndida que seja essa beleza, esse horror, esse esplendor não têm qualquer sentido. Não vale mais do que uma guerra qualquer do século XIV entre dois reinos africanos, embora neles tenham perecido trezentos mil negros entre suplícios indescritíveis." (p. 11)

 

 

Dom | 30.08.09

[85] Sobre escrever seja lá o que for

polosul

 

Em registo biográfico, Murakami escreve, em reflexão atlética esforçada, liquidando ilusões sobre a inspiração (p. 76-78):

 

"In every interview I`m asked what`s the most important quality a novelist has to have. It`s pretty obvious: talent. No matter how much enthusiasm and effort you put into writing, if you totally lack literary talent you can forget about being a novelist."

 

"If I`m asked what the next most important quality is for a novelist, that`s easy too: focus - the ability to concentrate all your limited talents on whatever`s critical at the moment."

 

"After focus, the next most important thing for a novelist is, hands down, endurance."