Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pólo sul

pólo sul

Sab | 29.08.09

[82] O animal velho, à Roth

polosul

Primeiro o filme. Chama-se Elegia e o princípio resume-se no seguinte:

 

O carismático professor David Kepesh [Ben Kingsley] tem como fantasia perseguir estudantes aventureiras mas acaba por nunca deixar as mulheres aproximarem-se demasiado. Porém, quando a esbelta Consuela Castillo [Penelope Cruz] entra na sua sala de aula, tudo pode mudar.

 

Depois fui ler o livro, O Animal Moribundo, e relembrei as derivas e obsessões sexuais de Roth que já conhecia do Complexo de Portnoy e de Teatro de Sabath.

 

 

O estilo manteve-se n`O Animal Moribundo, mas consegui encontrar  este rasgo de clarividência (p. 40-41):

 

"No passado, livrava-me invariavelmente das mulheres que exigiam troca regular de telefonemas, mas agora sou eu quem a exige a ela: a dose telefónica diária. Por que a lisonjeio quando falamos? Por que não deixo de lhe dizer quanto é perfeita? Por que será que tenho sempre a sensação de lhe estar a dizer a coisa errada? Sou incapaz de perceber o que pensa ela a meu respeito, o que pensa a respeito de tudo, e a minha confusão leva-me a dizer coisas que soam a falso ou exageradas aos meus ouvidos, e por isso desligo cheio de ressentimento silencioso contra ela."

 

"Um homem jovem vai encontrá-la arrebatá-la. Arrebatá-la de mim que ateei os seus sentidos, que lhe dei a sua estatura, que fui o catalisador da sua emancipação e a preparei para ele.

Como sei que um homem jovem a arrebatará? Sei porque outrora fui o homem jovem que o teria feito."