Domingo, 13 de Janeiro de 2008
[65] Poemas de amor!?

 

A Assírio & Alvim publicou há uns anos um livrinho intitulado Poemas de Amor do Antigo Egipto, escolhidos por Ezra Pound e Noel Stock, contendo poemas entre 1567 e 1085, antes de Cristo.

Por obra e graça de mão amiga lancei-lhe as garras, à espera de uma manhã bem passada, a espreitar pelo ombro dos antigos amantes egipcíos enquanto a chuva, lá fora, aumentava a sensação confortável de expectativa literária e sentimental.

 

Embora alguns textos sejam interessantes, falta-lhes a textura dos sentimentos. Ao que parece, os egipcíos preferem as metáforas associadas aos aspectos muito práticos da vida, como seja:

 

Ela é uma coleccionadora de homens.

Tão eficaz como o colector de impostos e o seu laço

Perseguindo o gado de qualquer pobre lavrador.

(pág. 60)

 

 

 

À parte estes pormenores estéticos, é assombroso que tenha passado pela cabeça do colector dos poemas (no caso, parece ter sido Noel Stock) considerar como um poema de amor e pespegá-lo no capítulo das Frases Delicadas, isso mesmo, Frases Delicadas, este naco de excelsa poesia:

 

Recuso tolerar os seus insultos.

Fez-me esperar horas à porta quando a fui ver

E quando finalmente apareceu, ela

Nem sequer disse boa noite, a reles puta.

Deus meu, como está mudada.

Não quer passar a noite comigo.

Nem sequer me dirige a palavra.

(pág. 62)


tags:

publicado por polosul às 15:40
link do post | nortadas

4 comentários:
De Sarasvati a 15 de Janeiro de 2008 às 13:46
Meu caro PoloSul! não se esqueça de se reportar à época!!

Nós por cá e bem mais tarde, e com a ajuda dos jograis, os benditos trovadores que tão grandes feitos deram à literatura portuguesa, dizia eu: até eles congeminaram nas famosas Cantigas de Amor e Escárnio & Maldizer.

Os Egipcios "da altura" provavelmente faziam o 2em1- tão em voga agora nos produtos que os supermercados nos impingem.

Passando ao resumo, há que lhes dar então todo o devido valor de civilização prodígio... até no expressar dos sentimentos (:



De Stella a 25 de Janeiro de 2008 às 11:58
Oi Pólo Sul!

Ainda há dias li esse livro.
Concordo com o seu ponto de vista, bem como com o do comentário anterior.
Estando à espera de algo desesperadamente romântico, confrontamo-nos com um punhado de quotidianices amorosas, eheh.

Já as mil de uma noites, quem está à espera de um livro tórrido leva com uma série de lições de vida, que às tantas começam a parecer-se todas iguais.
Mas aqui Xerazade tem uma história inegavelmente romântica!
Fique bem! E... bom fim-de-semana!

Stella


De preconceitos a 19 de Fevereiro de 2008 às 11:46
Não lamentes.
É o primeiro passo na descrença.
Eu sei. Deixei de ler.
Há muito não te dou um abraço.
Outras lutas, outras batalhas, outras derrotas.
No entremeio contento-me com os despojos da memória, minha terrivel amiga.
Fica bem; na luz.


De preconceitos a 19 de Fevereiro de 2008 às 11:46
Não lamentes.
É o primeiro passo na descrença.
Eu sei. Deixei de ler.
Há muito não te dou um abraço.
Outras lutas, outras batalhas, outras derrotas.
No entremeio contento-me com os despojos da memória, minha terrivel amiga.
Fica bem; na luz.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

(113) ser incompleto

[112] a raça humana

[111] viva México

[110] por vingança?

[109] o que é que eu fiz

[108] o pai

[107] memórias & enganos

[106] lembrei-me do Tejo

[105] Irvin D. Yalom

[104] T. S. Eliot

[103] o garanhão de Santa...

[102] o que farão as mosc...

[101] quem tem pressa não...

[100] a questão Finkler, ...

[99] 1Q84, Murakami

[98] Machu Picchu, Peru, ...

[97] Salkantay Trek, Peru...

[96] Uma vida pela metade...

[95] Laos, dezembro de 20...

[94] Cambodja, novembro d...

arquivos

Maio 2015

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds