Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pólo sul

pólo sul

Qua | 02.03.22

[142] Crónicas de antanho

polosul

Fui a um dos cantos esquecidos das prateleiras de livros e encontrei isto:

os cravos na ferradura.jpg

Um livro de crónicas de Fernando Barradas e Ercílio de Azevedo, publicadas n`O Comércio do Porto, durante os anos da brasa de 1975 e 1976.

Declaradamente de Direita, ou anticomunistas, num tempo em que pouco havia de meias-medidas e o maniqueísmo ideológico era real e objetivo, ao contrários destes tempos em que basta dizer que não se gosta de carne para ser-se logo rotulado de vegetariano (ou coisa pior), o oxigénio destes cronistas era, sobretudo, o ideário de esquerda que então dominava Portugal, e que abominavam, ora dizendo mal de tudo e de todos (à esquerda, claro está), ora emitindo apreciações sarcásticas e verrinosas:

p. 35: "Quando o meu Presidente da República, afirmou, perante largos milhares de cidadãos, que «Não queremos a social-democracia», eu pensei logo, como com certeza muita gente, que o «Não queremos» era referente a eles, os que, publicamente, já o disseram. Assim como quando eu digo «Não queremos o Comunismo», o «Não queremos» refere-se apenas a mim e ao meu gato (que já comeu sardinhas da Rússia e andou mal disposto três dias."

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.