Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2007
[47] Parado

Foi por acaso que tudo se suspendeu. Reparei que estavam todos ensimesmados, porventura alienados, mas cientes do meio e conscientes de que havia outras pessoas à volta.

E foi por acaso que senti estar à beira da eternidade. Suspenso, com um leve rumorejar, e extraordinariamente feliz. Tão feliz e emocionado como quando passei a ir de autocarro para a escola; quando dei o primeiro beijo ou quando me descobri a pensar sempre nela.

Foram momentos inesquecíveis. Aquele e estes. Andar de autocarro, beijar ou pensar nela, quando estou feliz ou triste, assemelhou-se àquela suspensão da consciência. Tinha encontrado um nicho, em que o tempo e o espaço se haviam cristalizado numa centelha de felicidade intensa e perene. Tão intensa  e sanguínea que pensei ter chegado ao fim de um ciclo... Puro engano! Há instantes que valem por uma vida e que são irrepetíveis. Mas lá por nunca mais se repetirem não significa que não haja aproximações e que depois, com o tempo, também eles sejam promovidos aos momentos únicos e irrepetíveis da nossa história pessoal. É tudo uma questão de tempo.

Porém, este tempo é de dúvidas. De receios. É um tempo de hesitações, de ganhar balanço para logo a seguir vacilar. É um tempo de procura, de errância, de nervos. É uma perda de tempo, mas também um ganho de paciência. Afinal, coragem não me falta, falta é revelá-la.



publicado por polosul às 13:51
link do post | nortadas

8 comentários:
De Sarasvati a 5 de Fevereiro de 2007 às 14:16
Costuma-se dizer que o Tempo é o nosso melhor Mestre!
... pena que no final mate todos os seus alunos.

Mas é assim mesmo.

Que nunca te faltem as centelhas (:


De solcar a 10 de Março de 2007 às 11:26
E resta a questão:
Tanta aprendizagem para quê ?


De a crescer a 13 de Março de 2007 às 14:45
para morremos de barriga cheia :-)


De preconceitos a 13 de Março de 2007 às 15:27
Para encher a barriga, basta o essencial...
O problema subsiste tão só por andarmos sempre atrás do supérfluo que só chega amanhã, em vez de aproveitarmos o hoje e agora na sua singeleza.


De a crescer a 13 de Março de 2007 às 15:31
somos uns insatisfeitos crónicos. mas se assim não fosse como evoluíriamos? o q seria do filósofo sem a eterna dúvida, do poeta sem o amor impossível?...


De solcar a 15 de Março de 2007 às 17:43
A evolução à maneira humana é a linha quase recta ao caos. Existem ligeiros desvios, reconheço!
Não vou conversar aqui, pois isto tem um dono que deixou de ligar aos pobres.


De Fernanda Carvalho a 8 de Fevereiro de 2007 às 16:50
"Há instantes que valem por uma vida e que são irrepetíveis. "
Sem dúvida.
O que nos vale é que se vão acumulando. E são esses instantes que nos impulsionam para a frente. Mesmo quando o tempo é de dúvidas e incertezas e medos. Para a frente.

Um abraço
Fern2005


De empatia a 24 de Fevereiro de 2007 às 01:31
O TEMPO É HOJE.
DÚVIDAS, ANSEIOS, HESITAÇÕES, É QUE NOS FAZEM VIVER... TUDO O RESTO É MARASMO ESTAGNAÇÃO. A VIDA DESENVOLVE-SE NAS TENSÕES. É EVIDENTE QUE ISSO NOS FAZ SOFRER MAS TAMBÉM SÃO ESSAS TENSÕES QUE NOS DÃO MOMENTOS DE FELICIDADE.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

(113) ser incompleto

[112] a raça humana

[111] viva México

[110] por vingança?

[109] o que é que eu fiz

[108] o pai

[107] memórias & enganos

[106] lembrei-me do Tejo

[105] Irvin D. Yalom

[104] T. S. Eliot

[103] o garanhão de Santa...

[102] o que farão as mosc...

[101] quem tem pressa não...

[100] a questão Finkler, ...

[99] 1Q84, Murakami

[98] Machu Picchu, Peru, ...

[97] Salkantay Trek, Peru...

[96] Uma vida pela metade...

[95] Laos, dezembro de 20...

[94] Cambodja, novembro d...

arquivos

Maio 2015

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds