Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

pólo sul

pólo sul

Sex | 25.12.20

[117] alguma coisa extraordinária aconteceu na sua vida?

polosul

Na semana que antecede o Natal, e num ano em que tantas e tão diversas coisas aconteceram, a que me paralisou foi a leitura do livro A Fera na Selva, de Henry James. Já nem sei como ali fui parar, possivelmente procurava um livrinho curto, de leitura ligeira, com um princípio onde se pressentisse o fim. Não me saiu nada daquilo.

A história, ou melhor, o cerne de tudo, começa neste lembrete de May Bartram a John Marcher, sobre uma conversa que tiveram 10 anos antes: "Disse-me que tivera desde sempre, como aquilo que lhe era mais profundo, a sensação de que lhe estava reservado algo de muito invulgar e estranho, ou maravilhoso e terrível, que mais tarde ou mais cedo iria acontecer" (p. 20).

Portanto, decorrida aquela dezena de anos, Marcher continuava a confiar nos deuses, que o mesmo é dizer, no destino, pois este se encarregaria de lhe transformar a vida. A vida, essa coisa banal, normal e sem história, seria substituída por algo extraordinário. Pensava ele. Marcher acreditava que os homens admirados por toda a gente, que venceram duelos e foram amados por princessas, teriam começado por se considerarem a eles próprios prodigiosos. E era isso mesmo que Marcher se sentia - prodigioso. E mais ninguém pensava isso dele.

E esperou. E esperou.

"O fracasso resumia-se a não ter sido nada." (p. 52)

Fera-na-Selva.jpg